O guerreiro – uma metáfora de superação

Leia e aprenda com essa narrativa através de analogias e uso de metáforas. Uma metáfora motivadora com lições de superação e faça exercícios de PNL aplicada com coaching.

Olá! Hoje vou compartilhar com você um texto metafórico que escrevi em julho de 2015 durante um curso de PNL (Programação Neurolinguística). O encontrei nos meus arquivos já faz alguns meses e o revisei, preparei um exercício de reflexão com coaching para que você possa utilizá-lo e tirar algumas lições com a leitura desta metáfora.

Metáfora: O guerreiro

Na Província de Jade havia um guerreiro muito valente. Ele estava chegando de uma batalha em outro reino vizinho.

Chegou exausto! Os outros guerreiros voltaram para casa e ele seguiu pelo vale até chegar à sua casa. Quando abriu os portões do vilarejo em que vivia ficou consternado com o que viu, havia um silêncio e ao fundo o burburinho de poucas vozes. As pessoas da vila tinham ido se refugiar em outras vilas mais distantes.

Chegando em casa, sua Esposa o recebeu com um abraço de alívio pois já não se sentia tão só. Mas não podia ficar ali, havia uma escassez de recursos, os animais do viveiro estavam acabando, as plantações estavam abandonadas, pois os homens da vila tinham ido para as batalhas e as mulheres não conseguiam manter tudo sozinhas.

Então o Guerreiro e sua Família resolveram partir, mas não sabiam ao certo para onde. Saíram com suas lembranças e o pouco que restou nos seus baús. Foram numa carruagem e seguiram pelos vales.

Avistaram montanhas ao fim do horizonte, mas tudo parecia tão… tão… distante! Foi quando avistaram uma cabana. Aproximaram-se, chamaram por alguém, porém não obtiveram respostas.

Resolveram ficar ali, afinal precisavam repousar e era um lugar aconchegante. Sentiram-se protegidos, já escurecia, então acenderam a lareira e se aqueceram.

Pela manhã foram explorar o lugar e encontraram uma fonte de água bem próxima à cabana e havia muitas árvores frondosas e frutíferas, e nos fundos da cabana uma plantação de tubérculos.

Ficaram alegres, porém pensativos, afinal aquela cabana não pertencia à eles, mas era como um abrigo no deserto. Precisavam se recuperar da longa viagem antes de se aventurarem novamente.

Então decidiram cuidar do local e se alimentar até sentirem-se mais fortes para prosseguir. Passaram-se algumas luas quando então o Guerreiro preparou-se para partir com sua Família. Estava forte, sentia-se melhor e as esperanças tomavam conta do seu peito!

Preparou as cestas de alimentos e encheu os reservatórios de água. Seguiram pelo vale. A viagem estava cansativa, porém sentiam-se gratos por terem tido aqueles momentos de descanso na cabana.

Após algumas luas dormindo na carruagem avistaram ao longe algumas construções. Era uma vila que o guerreiro ainda não conhecia muito bem, talvez tivesse passado por ela durante uma de suas aventuras.

Pararam a carruagem próxima à fonte, deram água para os animais. Um Camponês se aproximou e eles compartilharam suas histórias. A Esposa do Guerreiro mostrou à ele as frutas e tubérculos diferentes que trouxeram do pomar da cabana em que se refugiaram e que tinha guardado consigo as sementes.

O Camponês convidou-os a ficar na sua fazenda que ficava próxima da vila e propôs que em troca eles dariam um pouco de cada semente que traziam.

Aceitaram o convite com muita alegria! Começaram a plantar as sementes e aprenderam com o Camponês como cultivar a terra.

E o Guerreiro e sua Família desfrutavam dos alimentos e como haviam aprendido a produzir mais podiam vender o excedente na vila ou trocar por mercadorias.

Com certeza o Guerreiro não imaginava esta possibilidade, mas sentia-se muito feliz ali naquele lugar e grato, muito grato por aprender a plantar suas sementes.

 metafora PNL coaching

💡 Reflexão

1 – Em qual fase da sua vida você se encontra hoje:

  • Em choque, consternado com a situação atual?
  • Disposto a seguir em frente, a fazer mudanças?
  • Disposto a aproveitar as oportunidades que estão aparecendo ao longo da jornada? Talvez elas estejam disfarçadas de “cabanas”.
  • Disposto a aprender e se adaptar a novos ambientes e contextos?
  • Disposto a usar suas sementes e compartilha-las?

2 – Quais são as “cabanas” que se apresentam para você hoje?

3 – Como você pode aproveitar mais a fase em que vive?

4 – Qual parte de você neste momento está desnutrida e desidratada: seu corpo, sua alma e emoções, ou sua mente?

5 – De que forma você pode nutrir cada parte de si para se desenvolver e crescer integralmente?

6 – Quais serão os “alimentos” que te fortalecerão nesta fase em que vive?

  • Liste os alimentos para o seu corpo
  • Liste os alimentos para sua alma / emoções e espírito
  • Liste os alimentos para a sua mente

7 – Quais são suas sementes? O que você carrega consigo que tem potencial para suprir as necessidades de outras pessoas e consequentemente as suas também?

Te desejo uma ótima jornada Guerreiro e Guerreira! 🙂

Curta, Comente e Compartilhe este texto, vamos espalhar boas sementes por aí!

Atualização:

As sementes foram espalhadas pelos seguidores do blog e o texto chegou às mãos do Rodrigo Ferrari, locutor do Programa Super 4FM, que o compartilhou no seu quadro motivacional.

Rodrigo, gratidão por compartilhar!

E a Você que me segue e está compartilhando boas sementes por aí, meu abraço e gratidão. 

🙂

Ouça o programa pelo link abaixo:

Se você gosta de narrações e de textos com o uso analogias e metáforas  com coaching e PNL também irá gostar destas aqui:

Águia ou Galinha – Desperte seu verdadeiro potencial

A Borboleta Azul – Sua atitude faz toda a diferença

Sobre a Coach | Website

Minha missão é te inspirar a descobrir seu propósito e ter uma carreira feliz através da conexão com Deus, criatividade, foco e técnicas de coaching.

Se inscreva para receber gratuitamente áudios com Meditações Bíblicas "Provérbios em 31 dias", artigos e dicas.  Experimente o Coaching Cristão para uma vida plena, carreira feliz e com propósito!

Sua nova vida pode começar agora!

Respeitamos sua privacidade. Você está 100% seguro!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

2 Comentários